pintura country em mdf.png

Como fazer um sombreado perfeito

Com a técnica certa e orientações importantes,

é possível pintar peças inesquecíveis!

R$ 1.397,00

Entrada: R$ 139,70

Pintura country

Você já deve ter visto, em algum momento da sua vida, algum tipo de pintura que tenha encantado o seu coração.

Talvez pela combinação de cores harmoniosas, ou pela riqueza de detalhes ou, até mesmo, pela temática e história contada por ela.

 

Pintar é imprimir em uma superfície um pouco da nossa alma, do nosso sentimento, daquilo que vivenciamos diariamente e é por isso que muitas dessas pinturas são tão inesquecíveis.

Tem vida nela!

pintura em madeira

E muito provavelmente se você faz ou conheceu a Pintura Country, pôde notar que, além de toda essa característica, ainda existe uma que é o que mais chama atenção nesse estilo, que é a riqueza de um degradê perfeito e que dá volume nesse tipo de arte.

É uma técnica que de geração em geração se aprimora e se reconstrói, a cada dia gera mais volume e mais contraste, trazendo um efeito incrível que faz com que os elementos do desenho pareçam ser destacados, quase saltando aos olhos.

 

Chega-se até mesmo a enganar um admirador. Você não sabe ao certo se realmente aquele desenho está colado ali, sobreposto em um recorte avulso, ou simplesmente a perfeição do sombreado fez com que um desenho plano parecesse ser tão tridimensional.

Isso acontece porque o artista desse estilo trabalha as sombras e luzes de forma ordenada e conceitual, entendendo sobre volumes, sobre saturação de pigmentos, sobre posicionamento adequado de pincel, sobre dosagem de insumos, sobre qualidade de superfície e uma série de outros estudos que fazem com que, ao pintar, aquela característica tão marcante da Pintura Country possa ficar ainda mais destacada, trazendo assim, valor ao seu trabalho.

artesanato em madeira
chanfrado

E se você é uma amante desse estilo, é provável que você já tenha feito, tentado ou errado, ou ainda tenha dúvidas de como fazer esse tão famoso e temido degradê.

 

E eu vou te dar uma série de orientações aqui que vão mudar a sua forma de fazer sombreado a partir de hoje.

 

Nomenclatura

Podemos começar, primeiro e antes de tudo, conhecendo os diversos nomes que esse degradê pode ter nos tutoriais que você encontrar ao longo do seu aprendizado.

Sim, porque cada artista dá um nome diferente e é provável que você vá se deparar com eles durante a sua jornada, então é importante que você os reconheça como se referindo à mesma técnica.

 

Esse degradê tão peculiar da Pintura Country recebe no nome de FLOTADO.

Porque esse nome parte do termo americano FLOATING, que significa “flutuar”.

 

E o que é isso?

 

Para a construção da técnica do degradê é necessário que exista uma composição de água no pincel, onde essa água será misturada, nas cerdas, com a tinta.

E nessa transição de movimento do pincel essa água vai ajudar a tinta a flutuar na peça, causando, então, esse degradê. 

Mas apesar desse nome um tanto esquisito ser o que realmente é conhecido mundialmente nesse estilo, ainda sim você vai se deparar com outras nomenclaturas, como SOMBREADO, CARGA LATERAL, CHANFRADO e por aí vai.

O importante é que você, independente de qual termo conheça ou use, saiba que todos eles significam a mesma coisa, ok?

 

Eu aqui gosto de chamar de SOMBREADO… SOMBRA, e você vai me ouvir falar esse termo inúmeras vezes então nesse artigo, mesmo que eu a faça em tons clarinhos, ainda sim eu chamo o meu degradê de sombra.

Pincéis

E muita gente pergunta como fazer o SOMBRADO perfeito.

Bom, outra etapa super importante para uma sombra (degradê) perfeita é a escolha dos pincéis. 

Há quem faça sombra com o pincel SHADER, conhecido com pincel Chato, mas o mais usual, fácil e recomendado é de fato o pincel ANGULAR, que popularmente também recebe o nome de pincel Chanfrado, por conta da angulação que ele tem no corte das cerdas.

E sim, há uma grande diferença na facilidade de execução de um pincel para o outro, de um tipo para outro e, principalmente, de uma marca para outra.

Existem pincéis de cerdas mais compridas, mais curtas, com pontas mais afuniladas, pontas mais largas, de cerdas sintéticas e de cerdas naturais, e tudo isso influencia no seu resultado.

Você vai perceber, inclusive, que cada marca e tipo de pincel retém uma quantidade diferente de água do outro, e isso precisa ser treinado e entendido para que o manuseio dele seja favorável à sua técnica.

fazer sombra
pincel chanfrado

Logicamente eu falo que material algum pode ser empecilho de você se aventurar no seu treinamento. Mas se você puder, obviamente, tenha sempre pincéis de boa qualidade, cuide deles com muita sabedoria e isso já vai facilitar bastante o seu aprendizado na Pintura Country.

Eu até tenho no meu método aulas onde eu ensino sobre as cerdas, sobre os tipos e as marcas que eu mais uso e recomendo, assim eu facilito a vida da minha aluna.

 

E caso você não tenha ou não se adaptou ainda ao que você usa, faça testes com marcas diferentes, assim você vai poder escolher qual se adapta melhor à sua necessidade.

Aqui, ainda falando de pincéis, há artistas que usam, junto ao pincel principal que é o angular, usam um outro pincel auxiliar chamado MOP.

O Mop serve como nivelador da técnica, acertando o degradê e esfumaçando a tinta.

 

Eu particularmente não gosto e não ensino no meu método a fazer sombra usando Mop porque eu enxergo micro poros na técnica após o uso dele que não me agradam. Mas isso é muito particular e a necessidade dele varia, inclusive, de acordo com o estilo de trabalho do artista.

pincel de pintura

Ainda que todos trabalhem dentro do Estilo Country, cada artista também desenvolveu o seu estilo e técnicas próprias para a execução do sombreado.

Tintas

Depois de escolhido o pincel, é hora de escolher a tinta.

Você pode optar pelas tintas PVA ou Acrílica para fazer a sua pintura.

Aqui eu particularmente gosto e uso a tinta PVA e por ela ser mais fina e mais rala, facilita mais o tipo de sombreado que eu faço nas minhas peças.

Mas de novo, fique à vontade e crie o hábito de testar as opções e decidir qual funciona e se adapta melhor para o seu estilo e tipo de trabalho que você faz.

 

Superfície de construção

Outra etapa importante é a construção desse degradê e aqui eu aconselho você a escolher uma superfície bem lisa para ela.

Muita gente, e eu não sei se você faz assim, usa a bandeja de isopor para construir a sombra, e por ela ser um material poroso, ela acaba estragando o seu pincel com o passar do tempo.

Então para que isso não aconteça, opte por superfícies lisas como azulejo, papel paleta, alguma superfície envolta em plástico filme… ou seja, qualquer lugar onde você tenha a certeza de que o seu pincel vai escorregar sem nenhuma interferência.

 

E então, tendo escolhido o melhor pincel, a tinta que você prefere e uma superfície extremamente lisa para construir o sombreado, é hora de pintar?

 

Não ainda!

 

Treinamento

Para que a sua pintura saia linda, sem manchas e com um sombreado sem marcas, é preciso que você aprenda a construção, conceitos, posicionamento de pincel e cargas de saturação, ANTES de ir para a sua peça.

Esse é um estudo bem completo e amplo que eu ensino no meu método, e realmente é o que faz a grande diferença nos seus resultados e eu vou disponibilizar aqui para você, nessa aula, os dois primeiros fundamentos básicos da construção de um sombreado perfeito.

Clique no ícone central e assista a aula abaixo:

Ainda sim, e obviamente, existe e eu ensino uma sequência muito maior de conceitos importantes e treinamentos para que você consiga um sombreado de qualidade, que infelizmente não seria possível de ser ensinada aqui no Blog, tamanha a carga de informações importantes e que demandam tempo e vários treinos.

Mas acredito que essa pequena aula já te incentive a dar início hoje mesmo nessa técnica.

 

E tendo treinado então, primeiro na sua superfície, agora sim é hora de passar para a sua peça.

Mas não é simplesmente pegar a tinta e aplicar seguindo essas primeiras recomendações da aula.

Eu ensino no meu método sobre o que eu chamo de ESCALA DE SATURAÇÃO DE PIGMENTOS, que é o que realmente facilita o seu treinamento.

E essa escala consiste em você reconhecer os tons e as etapas de uma cor clara até a sombra final, aplicá-la por sobreposição e não somente ir direto da sua paleta para a sua peça com o pincel encharcado de tinta.

combinar cores

As artistas que usam essa escala evoluem muito mais rápido o seu aprendizado de FLOTADO.

Exemplo disso é a minha aluna Eliana Rodrigues, que é iniciante na Pintura Country, e em apenas 18 dias deu um salto gigante na qualidade do sombreado dela.

Quer saber mais sobre a ESCALA DE SATURAÇÃO DE PIGMENTOS, clique aqui

 

E já que você se animou a treinar essa técnica, eu vou dar mais alguns segredos para que você alcance resultados incríveis!

3 erros que dificultam a sua sombra

1- Não saber posicionar o pincel, nem na paleta, nem na peça. Na paleta você corre o risco de estragar a cerda e não consegue criar nela a transição correta da tinta para a água. Na peça, se você não souber posicionar o pincel na entrada e saída da sombra, você vai ter uma pintura toda marcada, cheia de cortes aparentes (que muita gente tenta burlar com água) e vai ter muito mais dificuldades de construir um degradê perfeito do que quem sabe esses inúmeros posicionamentos.

 

pintura em madeira
artesanato mdf

2- Aprenda a controlar a quantidade de água no pincel. Água em excesso ou a falta dela atrapalham a construção do seu sombreado. Com o tempo e com o treino, você aprenderá a dosá-la na medida certa. Ah, e com o método correto também, não esqueça disso!

Além disso, lembra que eu falei que cada marca de pincel absorve uma quantidade diferente de água, portanto, mais treino ainda, para perceber a necessidade de cada um deles nesse aspecto.

3- Subestimar a necessidade de treinos constantes. Muita aluna que inicia na pintura e não tem noção da importância dos treinos, acaba, por ansiedade de querer ver logo a peça pronta, não dando a devida atenção aos mínimos detalhes do aprendizado. Como não manchar o final da pincelada onde existe a divisão entre água e madeira, como não sobrepor a sombra sem eliminar a anterior, como trabalhar sombras circulares internas e externas sem marcas de inicialização ou finalização, como trabalhar sombras babadinhas, irregulares, compridas, retas, estreitas, largas, qual o melhor tamanho de pincel para cada uma delas... tudo isso você precisa aprender até conseguir resultados de alta qualidade, e é o treino que faz com que cada um dos diversos tipos de sombras possam ser realizados da forma mais correta e sem manchar a sua peça.

No meu método, por exemplo, eu ensino ANTES todos os tipos de treinamentos possíveis. Aprendemos o que eu chamo de SOMBREADO CONSTRUTIVISTA. Fazemos o treinamento do flotado em figuras aparentemente simples e que depois você vai identificar no seu desenho qual o formato do seu treino se encaixa naquela situação, facilitando e muito o reconhecimento de que tipo de sombra é necessário naquele instante.

Sim, para cada elemento do desenho existe uma sombra específica e eficiente para ele.

sombreado
flotado
pintura em madeira
pintura country

Gostou de aprender um pouco mais sobre como fazer sombreado na Pintura Country?

Então não se esqueça desses detalhes quando for pintar. 

Tenho certeza de que a sua sombra vai ficar muito mais fácil de ser feita!

 

E se você quer se aprofundar nessa técnica e nas outras inúmeras que a Pintura Country tem, se você quer fazer uma pintura perfeita, inesquecível e que enche os olhos, então te convido a assistir uma apresentação onde eu falo sobre o meu método de Especialização em Pintura Country, que hoje, de tão rica, reconhecida e de alta qualidade, eu chamo de Pintura Premium.

 

É só clicar no link abaixo:

➡️ www.tecodicacareco.com.br/artepoder

pintura em madeira